29 agosto 2011

Copacabana Club - Tropical Splash


Demorou mais saiu. Na verdade, o primeiro disco dos curitibanos do Copacabana Club nem foi uma espera eterna, como pode parecer, mas a expectativa depois que eles lançaram King of the night (2008) foi tão grande que todo mundo queria logo ouvir novas músicas do grupo e veio o Tropical Splah.

Tal demora se justifica quando descobrimos como o disco nasceu. Ele foi gravado em São Paulo, no estúdio do amigo Dudu Marote, Cabeça de Estopa. Isso quando o cara tinha tempo, a banda estava passando pela cidade e o estúdio estava livre. Sem contar que banda independente também não é rica, né?

Os pedidos eram tantos, que as canções novas foram aparecendo nos shows. Entre elas estava “Sex, sex,sex”, com certeza a mais controversa, pois imagine mesmo uma moça linda como a vocalista Caca V cantando os seguintes versos para um homem: “I wanna grab you/I want to hold you/ I want to lick you/ I want to kiss you/ I want to be with you/ I want to have sex, sex, sex tonight”. Imaginou? Pois é.

Além das já conhecidas “It’s Us”, “Come Back”, “King of the Night” e “Just Do it”, que foram regravadas com novas versões pensando nos fãs, já que está muito difícil encontrar o tal EP, há mais nove canções novas. “Tropical Splash”, música que dá nome ao disco, é outra música sensual do disco, em que os Copas nos convidam para um banho de piscina bem molhado para celebrarmos o verão.

No geral, as músicas não mudam muito, mostrando o som que você já está acostumado a ouvir do Copacabana Club. As músicas que mais destoam são “Darling”, que eu particularmente não curti muito e mais lentinha e “Peach”, que embora tenha o eletrônico no meio, tem uma batida mais puxada para o funk (o carioca mesmo). Outra faixa, que embora seja (bem) boa, deixa um pouco a desejar é “Gimme Your Heart”, que mais parece uma continuação de “Tropical Splash”. Destaque para “Mrs. Melody”, “Backyard” e “Sounds like Confusion”.

Resumindo, se você estiver preparado para um dia de sol, champagne, piscina e mulheres bonitas (meninas, pensem em homens de sunga), você está mais do que preparado para ouvir o novo disco do Copacabana Club.

Nenhum comentário: