19 abril 2011

Marcelo Camelo - "Toque Dela"

Capa de Toque Dela, novo álbum de Marcelo Camelo
Eu sou fã dos Los Hermanos. Por consequência fiquei fã das carreiras solos do Amarante e sua Little Joy e do Marcelo Camelo. Por isso, você pode ler ou não o que eu vou escrever aqui. A coisa pode ser tendenciosa. É claro! E eu posso dizer que o novo disco do Hermano Camelo é lindo e maravilhoso.

O problema? Foi justamente isso que eu achei. Li algumas entrevistas por aí e mais uma galera falando que o Toque Dela, que caiu na internet semana passada, antes do lançamento oficial, era o “mais do mesmo”. O que eu acho é que dessa vez, Marcelo Camelo conseguiu uma unidade que no Sou, seu primeiro álbum, estava meio perdida.

Segundo Camelo, o disco está mais seco, perdendo a “umidade” do Rio, cidade que deixou para morar em São Paulo há dois anos. Tudo para ficar perto da namorada Mallu Magalhães. E se a cidade paulista realmente influenciou o carioca, são nos pequenos detalhes e nas letras das canções que isso fica perceptível. Toque Dela é antes de tudo um disco de efemérides.

Uma das três canções que foram feitas ainda no Rio, “Três Dias” tem sim a leveza do mar e começa com a linda frase a la Guimarães Rosa: “Se faltar carinho-inho. Se tiver insônia sonha. Se faltar a paz, Minas Gerais”. Bom exemplo para explicar os pequenos sons escolhidos por Camelo. “A Noite”, que abre o disco, tem um chocalhinho ao fundo, que os ouvidos desatentos não conseguirão ouvir. Som repetido em “Despedida”, nova versão para a música dele, que ficou conhecida na voz de Maria Rita.

Além do Hurtmold e o cornet de Rob Mazurek, o álbum tem as participações de Marcelo Jeneci (piano e acordeon), Kassin (guitarra e banjo), Thomas Rohrer (rabeca) e Mallu Magalhães (em um discreto coro). Vale lembrar que a capa do disco, é o artista plástico Biel Carpenter, que Camelo conheceu a partir do blog da jornalista Kátia Lessa, o Kakaos.

Há indícios de quem em junho ou julho Marcelo Camelo passe por Brasília para divulgar Toque Dela. Vamos esperar.

Um comentário:

Super Mongo disse...

Camelo é um chato, Caetano rediagramado. Por falar em diagramação, essa coluna na esquerda tá dando dor de cabeça, volta pra direita.

bj