25 abril 2011

Apresentando – Darwin Deez


O novaiorquino Darwin Smith encontrou um pseudônimo para ele e transformou isso em uma banda. O agora Darwin Deez é com certeza uma das boas novidades que floresceram em 2010.

Com canções animadas e com sons minimalistas, o grupo lançou o primeiro álbum no ano passado e conseguiu emplacar os singles “Constellations”, “Radar Detector” e “Up in the Clouds” na lista de mais ouvidas no Reuno Unido e ainda entrou na “Top 10” do semanário NME.

É claro que a cada ano que passa, o tal “indie” (o estilo musical digo aqui) tem tido menos credibilidade no mercado. Já que como diziam os Titãs, rola uma onda da “melhor banda de todos os tempos da última semana”. Darwin pode muito bem entrar nessa lista, mas seu primeiro disco mostra certa versatilidade e criatividade. A questão que fica é: será que ele nos surpreenderá em seu segundo CD?

O debut fala muito de relações amorosas. Em “Up in the clouds”, por exemplo, o músico pede desculpas por não estar com sua amada nas nuvens, onde eles acostumados a ir. Em “Bad Day”, ele canta uma música especial para todo fim de relacionamento conturbado: “cause everyday ought to be a bad day for you” (Porque todo dia deve ser um péssimo dia para você).

Os clipes são outro ponto forte de Darwin, onde ele mistura realidade com computação gráfica e ainda uma bela coreografia de dança contemporânea em “My DNA”. E se a parte externa de alguém serve para alguma coisa, a de Darwin só pode ser explicada como excêntrica. Porque vamos combinar, o que esse cabelo???

                                                          Darwin Deez - "Constellations"

Nenhum comentário: