03 dezembro 2010

Entrevista - Móveis Coloniais de Acaju

Móveis Coloniais de Acaju_Jessica Grant
O Móveis Coloniais de Acaju foi parar na novela das 6, minha filha! Calma, nenhum dos integrantes fez participação especial em “Araguaia”, que está passando na TV Globo, mas a canção O Tempo agora faz parte da trilha sonora. Este ano foi bastante movimentado para o grupo brasiliense. Eles gravaram o primeiro registro em DVD, estão pensando em um novo disco e ainda não pararam de fazer shows e outros projetos como o “Adoro Couve” (com versões bem diferentes de músicas conhecidas). Conversamos com o Beto Mejía (flauta transversal) e ele nos contou vários detalhes e novidades que vem por aí.

My Favorite Way: Beto, como é que a música de vocês foi parar na novela?
Beto: Como nós trabalhamos com a Trama (lançamos o nosso segundo disco, o “Complete” pelo projeto Álbum Virtual”), eles estavam apresentando alguns artistas da gravadora e mostraram o nosso trabalho. Os caras gostaram e acabamos na trilha. É um reconhecimento do nosso trabalho, né? Foi muito legal ter os amigos, familiares, tias, mãe… Todo mundo ligando para dizer que está ouvindo a nossa música.

My Favorite Way: E você já conseguiu ver/ouvir?
Beto: Ainda não. Só vi pelo Youtube. O pessoal ficou brincando muito, dizendo: “É bem urbana essa novela, né? Tudo a ver com a música de vocês”. (risos).

My Favorite Way: E já deu para sentir a diferença? Já rolou algum convite?
Beto: Não, ainda é tudo muito recente. Eles acabaram de lançar a trilha sonora em disco e este é um ótimo cartão de visitas. Nós mostramos alguns projetos e quando as pessoas leem que a banda tem uma música na trilha de uma novela, existe uma diferença no tratamento. Isso ajuda bastante.

My Favorite Way: Olha, muita gente aqui em Brasília ficou mordida porque vocês não gravaram o DVD de vocês aqui. Então explica porque vocês foram gravar lá no Ibirapuera (São Paulo).
Beto: (Risos) Cara, esse foi um projeto ao acaso. Nós fomos nos apresentar no fechamento do projeto Tamar (aquele das tartarugas) e conhecemos o Marco Altberg, que trabalha no Canal Brasil. Tudo porque o filho dele é muito fã do nosso trabalho e mostrou para o pai. Ele aprovou e nos chamou para fazer um programa chamado “Faixa Musical” (que traz sempre um artista nacional gravando um show ao vivo para o Canal). Como nós tínhamos um show marcado no Ibirapuera e eles estavam com a equipe livre, nós gravamos. Mas foi uma coincidência, se tivesse um show marcado em Brasília, Belém ou Porto Alegre, seria em qualquer um desses lugares. Mas este é só o nosso primeiro registro, não estamos fazendo como se fosse um DVD mesmo do Móveis.

My Favorite Way: Então vocês querem fazer um outro DVD?
Beto: Sim, sim. Pensamos em gravar um show do Móveis e um disco. A idéia é gravar o CD e seguir a linha do que fizemos com o “Complete” (a banda lançou as músicas por dia em seu site oficial em forma de vídeo, todas gravadas ao vivo na garagem da casa de um dos integrantes).

My Favorite Way: Tem alguma previsão para o novo álbum?
Beto: Início de 2012.

My Favorite Way: Mas vocês vão fazer que nem o “Complete”? Vão se fechar no estúdio e parar de fazer show?
Beto: Dessa vez nós queremos parar o mínimo possível. Em 2004, quando gravamos o primeiro disco (“Idem”) fizemos só 12 shows e em 2008, quando estávamos gravando o segundo, fizemos 47. Então já houve uma mudança. Em janeiro a nossa agenda está cheia. Vamos ver como vai ficar.

My Favorite Way: Algum show para Brasília? Tem gente sentindo falta do Móveis Convida.
Beto: Vai rolar um Móveis Convida em dezembro em Brasília. Na verdade, nós vamos nos juntar com um evento que ia rolar este mês, o Rolla Pedra e fazer algo maior. Além de pockets shows em escolas públicas (pensando na formação de público), teremos palestras, oficinas e mais três dias de shows com entrada franca em alguma parte central da cidade, para tornar o acesso fácil. Tudo isso será entre os dias 1º e 12 de dezembro.

Originalmente publicada no site Rock n' Beats.

Nenhum comentário: