13 outubro 2010

The Mars Volta e Queens Of The Stone Age no SWU

Josh Homme_Fabrício Viana (Popload)
Sendo a última banda a se apresentar no palco Água do primeiro dia de festival, o The Mars Volta mostrou experimentalismo e músicas longas.

Com as duas primeiras músicas, o grupo liderado pelo estiloso vocalista Cedric Bixler matou 25 minutos de apresentação. A banda funciona como uma peça só no palco. Músicos integrados, bem vestidos, som limpo (mesmo pela TV) e uma euforia que economizou palavras a Cedric.

Com a “difícil” missão de abrir o tão esperado show do RATM, o The Mars Volta mostrou a sua “viagem” sonora regada a riffs, progressões e todos os apetrechos que deixem a música longa e suportável.

Já no último dia de festival, conferi a apresentação que mais queria ver em todo o line-up, a dos caras do QOTSA. Com um atraso que beirou a uma hora, e que de certa forma “ajudou” a galera do CSS que se apresentava no Palco Oi, o super grupo entrou no palco mandando uma sequência devastadora de hits, começando com a “drogada” "Feel Good Hit of the Summer", "The Lost Art Of Keeping A Secret" e "3's & 7's".

A satisfação de Josh Homme por estar tocando no Brasil depois de uma antiga e conturbada apresentação era clara em sua expressão. Com um set list que passou por todos os discos da banda com excessão do homônimo de 1998, a banda conseguiu apagar a má impressão deixada no Rock in Rio em tempos atrás e me fez querer ainda mais presenciar uma noite de rock do deserto.

Nenhum comentário: