27 outubro 2010

Especial Planeta Terra - Passion Pit

Passion Pit
O Passion Pit poderia ser facilmente só mais uma banda de indie pop no mundo não fosse por dois detalhes. A fama do grupo veio antes dela ser formada realmente e a BBC os escolheu com uma das promessas do ano seguinte, no caso 2009. Não deu outra!

Tudo começou com o vocalista da banda, Michael Angelakos querendo simplesmente agradar sua namorada. Ele gravou um Ep com seis músicas e deu de presente para a felizarda. O Ep se espalhou pelo campus de sua faculdade em Boston, caiu na boca do povo e ganhou uma versão comercial pela gravadora Frenchkiss.

Chuck of Change ganhou críticas elogiosas pelo mundo (blogs, revistas, rádios, jornais) e abriu espaço para os meninos gravarem o seu primeiro álbum, Manners (2009). O disco cheio de sintetizadores, samples e muito embalo (várias músicas caem muito bem na pista de dança) figurou na lista de melhores do ano e deve fazer parte da trilha sonora de muitos Ipods, que ainda não se curaram do hype em volta da banda.

O Passion Pit ainda junta o indie pop com clipes muito legais, que podem levar a crer que o show também contará com efeitos especiais, será? Entre os melhores estão “Make a Light” (música que abre o disco, mostrando o quanto a banda gosta de dançar), “Little Secrets” (segunda faixa do álbum, que segue o mesmo parâmetro da anterior) e “The Reeling” (o primeiro single e clipe da banda). As canções citadas também podem facilmente serem as melhores de Manners, junto com “Month’s Wings” (faixa em que Michael está mais seguro) e “Folds in your Arms”.Outra coisa que chama muita atenção é a voz de Michael, que nada tem de grossa. A voz fina, se for ouvida sem atenção, pode até passar como a de uma mulher.

O Passion Pit é uma das do Palco Gillete Hands Up ou Indie Stage, às 21h30, batendo com a apresentação do Phoenix, no palco principal. 

Nenhum comentário: