17 dezembro 2009

Pete Yorn & Scarlett Johansson - Break Up


Um disco de duetos inspirado nas gravações de Serge Gainsbourg e Brigitte Bardot nos anos 60 é a característica da união entre o músico Pete Yorn e a atriz-cantora Scarlett Johansson. Tudo isso resultou em um disco agradável e prazeroso aos ouvidos.

Pete decidiu convidar Scarlett para fazer um disco minimalista. Break Up é singelo, frágil e pequeno, sim, pequeno. O disco conta com nove faixas que chegam aos seus 29 minutos.

Quem virou a cara para o primeiro disco da nova musa de Woody Allen, o Anywhere I Lay My Head, que funcionava como um tributo a Tom Waits, agora pode dar uma nova chance para a moça. Ela parece ter crescido. E neste segundo álbum trabalha como coadjuvante, apenas dando auxílio ao músico, que não teve medo de arriscar e a deixou usar sua voz com toda a liberdade.

Break Up é um disco para qualquer hora e momento. Faixas como “Relator” funcionam bem em vários ambientes, acompanhado ou não. Destaque também para “Clean”, que remete a baladas tristes de Cat Power, com discretas batidas eletrônicas. Em seus melhores momentos, Pete e Scarlett provam que a parceria deu bons frutos. Scarlett se encontrou e deu um ponto final satisfatório àqueles que a criticaram na sua primeira caminhada pelo mundo musical.

Nenhum comentário: