13 novembro 2009

Céu - "Vagarosa"


Já dizia o velho ditado: “me diga com quem andas, que te direi quem és”. A cantora Céu não poupou boas companhias para o seu novo disco e o trabalho não poderia ter uma qualidade inferior.

Tivemos que esperar 3 anos, para poder ouvir músicas novas de Céu, que emprestou a sua voz a alguns projetos como o 3namassa de Pupilo e Dengue da Nação Zumbi. Os dois, junto com Lúcio Maia formam os Los Sebozos Postizos e participam da releitura para a canção “Rosa Menina Rosa”, de Jorge Benjor. Sentiu o bom gosto da moça?
Céu ainda convidou Luiz Melodia para cantar “Vira-Lata” e Thalma de Freitas e Anelis Assumpção estão em “Bubuia”. Para tocar, temos Guizado em “Nascente”, Bnegão em “Cordão da Insônia”, Chiquinho do Mombojó e Bactéria do Mundo Livre S/A nos teclados, Catatau do Cidadão Instigado nas guitarras de “Espaçonave” e Curumin dando um upgrade na bateria.

Mesmo com esse tanto de gente de tão alto quilate, Céu não perde o compasso e na malemolência já ditada no homônimo primeiro disco, ela reina majestosa em Vagarosa. O nome inclusive é um contraponto a esse tempo em que vivemos, onde a busca pela informação segue tão frenética.

Aos seus 29 anos e com uma filhinha, Céu se sente mais mulher e sensual do que no álbum anterior. É por isso que ela passa pelo samba, reggae, trip hop, dub, algumas vezes jazz e também blues, como em “Espaçonave” sem medo de errar e o melhor, ela não erra. O motivo é simples, ela está fazendo o que gosta e se sente à vontade. O instrumental segue tranqüilo, mais orgânico, dando ênfase a bela voz da cantora paulista.

Vagarosa teve produção da própria Céu, com colaboração de Gui Amabis, Gustavo Lenza e Beto Linhares. A cantora chega à Brasília dia 28 de novembro e se apresenta no Teatro Brasília, antigo Espaço Brasil Telecom.

Nenhum comentário: