06 agosto 2009

Vanguart no Todos os Sons

O projeto Todos os Sons estava marcado para começar pontualmente às 17h, porém acabou atrasando um pouquinho. Embora a primeira atração da tarde fosse a competente cantora brasiliense Ligiana, a verdade é que a cada minuto que se passava no CCBB, víamos claramente quem o público gostaria de ver.
Quem se arriscou a ir de ônibus (o CCBB disponibiliza um micro-ônibus gratuito), teve que esperar um pouco mais nas paradas para conseguir chegar ao local. Os motoristas tiveram apenas que procurar um espacinho para estacionar o carro.

O show do Vanguart atrasou, porque os meninos resolveram dar uma passada no hotel antes de se apresentarem. Acabaram demorando um pouco mais do que deviam e o tempo do show foi diminuído. Eles poderiam, tecnicamente, ter ficado no palco até às 20h45, já que a peça que estava em cartaz começaria, às 21h. O show acabou pontualmente às 20h e começou umas 19h20.

Passando por músicas já conhecidas do público, como “Cachaça” (a música com apelo etílico), “Semáforo”, “Pra abrir os olhos”, todas do primeiro disco, o Vanguart ainda cantou músicas novas e terminou o show (no bis) com “Cosmonauta”. O pequeno ápice rolou quando Hélio Flanders foi cantar “Semáforo” e engatou: “Eu quero perguntar para o presidente no que ele acredita, porque eu...”, deixa perfeita para o refrão que diz: “Só acredito no semáforo! Só acredito no avião! Eu acredito no relógio!”.
Uma noite que acabou cedo, mas que valeu a pena. Serviu também para mostrar que está na hora de produzir um novo disco.

(Desculpa pela demora para postar! Probleminhas técnicos.)
Fotos: Felipe Nunes

Nenhum comentário: