12 maio 2009

Caetano Veloso - Zii & Zie

Caetano Veloso resolveu fazer um novo disco e para isso convocou a bandaCê (Pedro Sá, Ricardo Dias Gomes e Marcelo Callado), que esteve em seu último trabalho. Trabalho este que marcou uma mudança na sonoridade de Caetano. Experimentações com o rock misturado a MPB.
Neste disco, Zii & Zie, o ponto principal é o samba. É tanto que o disco iria se chamar “Transambas”, por não se tratarem se sambas em si, e sim misturas. Porém, Caê descobriu que já existia um homônimo e teve que trocá-lo. Ficou então Zii & Zie, que quer dizer “Tios e Tias”, em italiano.
E como saber se o este novo disco iria agradar ao público? Mostrar ao poucos o trabalho em shows. Mas quem não podia ir aos shows, iria ficar de fora disso? Não. Bastava entrar no blog que o cantor e compositor fez especialmente para mostrar as novas músicas, para conferir as versões e votar nas que você mais havia gostado. Apelidado de “Obra em Progresso” o show e o blog traziam sempre coisas novas para os internautas/fãs opinarem na nova obra de Caê.
Principal personagem deste CD, o Rio está presente em várias faixas. Quando não é personagem principal, como em “Lapa”, pode ser apenas o coadjuvante, exemplo de “Perdeu” e “Falso Leblon”. As duas últimas que se contrastam e se complementam em suas histórias. “Perdeu” é como Caetano denominou “o seu 'Guri'”, de Chico Buarque. A música conta sobre um menino que mora na favela e termina no tráfico de drogas. Já “Falso Leblon”, toca na ferida aberta por “Tropa de Elite” e fala sobre uma menina de classe média que consome drogas e não tem muita coisa na cabeça.
Duas regravações também fazem parte do disco, que teve produção de Moreno Veloso. Com novas roupagens as músicas do disco Clementina de Jesus (1976), “Incompatibilidade de Gênios” (Aldir Blanc e João Bosco) e “Ingenuidade” (Serafin Adriano), entraram para Zii &Zie.
Outra faixa que chama atenção é “Base de Guantánamo”, que foi escrita antes da eleição de Barack Obama e criticam as atitudes do governo anterior. A letra acabou ficando “caduca”, o que claro, não fez com que perdesse o seu valor estético e não desagradou ao músico.
Abaixo você assiste o vídeo desse disco, que como eu já confidenciei, eu não me canso de escutar:


Tarado Ni Você

Caetano Veloso se apresenta neste sábado, dia 16 de maio, o Centro de Convenções Ulysses Guimarães e os ingressos estão os olhos da cara:

Poltrona Vip: R$ 150,00 (meia-entrada)
Poltrona Lateral: R$ 120,00 (meia-entrada)
Poltrona Especial: R$ 100,00 (meia-entrada)
Poltrona Superior: R$ 60,00 (meia-entrada)

Nenhum comentário: