23 março 2009

Bruce Springsteen - Working on a Dream

Com mais de 30 anos de carreria, 36 no total, o norte-americano Bruce Springsteen chega ao seu décimo sexto álbum de estúdio, Working on a Dream, mostrando que ainda está em forma.

O Cd está cheio de influências de nomes que fizeram sucesso, principalmente nos anos 60 e 70, como Dylan, Byrds, Roy Orbinson, Mamas and Papas e até Beach Boys. Bruce traz um álbum basicamente pop com folk.
Já suas letras, que desde o começo da carreia falavam essencialmente para os americanos médios, agora mudam de tom e se tornam mais universais, mas nem tanto.

Working on a Dream é inspirado na crise que os Estados Unidos estão vivendo e na mudança no comando do País. Bruce apoiou ativamente a eleição de Barack Obama, como tantos outros artistas e ainda tocou na posse do novo presidente.

O disco tem 12 faixas e mais duas bônus. Uma delas, “The Wrestler” foi composta especialmente para a trilha sonora do filme O Lutador, a pedido do amigo Mickey Rourke, que está de volta às telonas depois de um longo período parado. O ator ganhou o Globo de Ouro por sua atuação no filme, mas perdeu o Oscar para Sean Penn, por Milk.

Outra faixa especial do novo disco de Bruce é “The Last Carnival”, que presta uma homenagem a Danny Federici, que por vários anos foi tecladista da banda que o acompanha, a E-Street Band. Ele morreu em abril do ano passado.

De acordo com o crítico e jornalista da Folha de S. Paulo, Ivan Finotti, Working on a Dream começa muito bem com a épica “Outlaw Pete”. Música de 8 minutos que conta a história de um homem que começa a assaltar bancos ainda menino.

Ivan ainda comenta que nas faixas seguintes, o disco esfria e começa a engrenar mesmo depois da quinta música, “What Love Can Do”. O destaque é para “Tomorrow Never Knows”, que leva o mesmo nome de uma canção dos Beatles.

Em Working on a Dream, Bruce Springsteen retorna com a bem-sucedida parceria com o produtor Brendan O’ Brien, que já trabalhou com nomes como Pearl Jam e Stone Temple Pilots.


The Wrestler

Nenhum comentário: