02 janeiro 2009

Fleet Foxes e Gnarls Barkley

Trabalhar com música deve ser a melhor coisa do mundo, ainda mais de você gosta disso. Esse blog me proporcionou escutar tanta coisa e parece que eu não paro de conhecer coisas novas.

A primeira banda deste post é o Fleet Foxes. Conheci através de um amigo e me apaixonei. Se você gosta de músicas com vários, como gosto de dizer, "barulhinhos", esta banda é perfeita. Com influências que vem do folk, com Dylan e de bandas como o Beach Boys, o quinteto de Seatle resolveu fazer músicas que possuem uma bela harmonia.
Além dos instrumentos tradicionais, (baixo, guitarra, bateria e teclados), os meninos ainda colocaram em seu primeiro e homonimo CD, que foi lançado em junho, piano e bandolim.

No Myspace deles você encontra Fleet Foxes na integra para audição. Caso queria baixar, um link esperto. E se quiser um parametro, eles me lembraram Sigur Rós, só que mais bucólicos. Para comprovar o que digo, dá uma sacada no visual do caras:



A outra "descoberta" do final de ano foi o Gnarls Barkley. A dupla formada pelo Dj e produtor musical Danger Mouse (que inclusive produziu o Modern Guilt do Beck) e pelo rapper Cee Lo Green lançou seu segundo Cd em abril de 2008 (nossa, por um momento havia esquecido que já estamos em 2009). The Odd Couple traz uma mistura de R&B e elementos do soul misturados com eletrônico e claro, pop.

O primeiro single lançado foi "Run", que curiosamente teve seu clipe reformluado, porque poderia causar eplepsia. Acreditam? Pois está aí a versão sem cortes, vocês que se arrisquem.



Já o segundo single, "Who's gonna save my soul" é mais lento e tem um clipe que só pode ser classificado como psicodélico. Dá uma olhada: (Ah! O Ministério da Saúde adverte, caso você não consiga ver sangue, não assista ao clipe.)



Indico as faixas "Charity Case", "Suprise" e "Blind Mary", além das já citadas aí em cima. Simplesmente adorei a voz de Cee Lo.

Nenhum comentário: