22 setembro 2008

3 Tempos








Tá bom, este post é quase um plágio do Blog do Jamari, mas pelo menos, essa é a primeira vez que eu faço o que eu já queria fazer há tempos: uma comparação entre as "Amys".

Queria mostrar como a cada dia que passa elas vem definhando. Primeiro, por causa das drogas, depois por causas das drogas e do marido distante.

Amy vem passando por um momento difícil e não está sendo respeitada. Imagina amar alguém tanto e nunca poder estar ao lado dessa pessoa. É assim que Amy está. Machucada, atordada, maltradada. Ela não sente mais alegria ao cantar, pois seu Blake não está por perto.

Li esses e alguns outros relatos na Rolling Stone desse mês. Adorei o texto da jornalista Claire Hoffman. Ela soube mostrar como a bagunçada Amy é. E melhor, não foi sensacionalista, como a maioria dos jornalista o é quando falam da cantora.

Vale a pena ler. E não, eu não empresto a minha!


Nenhum comentário: