25 agosto 2008

Adriana Calcanhotto na Maré


Séria. O show todo. Essa era a impressão de quem não estava prestando atenção ao show de Adriana Calcanhotto. É impressionante como ela parece impenetrável (e inabalável), mesmo quando conta uma piada no show. Ela simplesmente encantou com todas suas caras e bocas e bom humor.

Rodeada de excelentes músicos, entre eles Medina (nosso Hermano) e Domenico Lancelotti (Orquestra Imperial e +2) Adriana deu enfâse ao seu recente trabalho, Maré. Eu não ouvi o Cd, mas só pelo show já o adorei.

Ela mostrou toda sua voz doce, mas pouco de sua pela alva. Adriana entrou no palco com uma espécie de manta vermelha que lhe cobria todo o corpo. Ela parecia uma monge budista e sua roupa contrastava muito bem com o cenário azul do show.

O show aconteceu em quatro tempos. Começou com ela e a banda, seguiu para ela sozinha no palco apenas com seu violão. Mais uma vez acompanhada pela banda, com os braços a mostra e empunhando uma guitarra. O “bis”, onde voltou com uma manta cinza por cima da vermelha. Parte onde cantou “Deixa o Verão” deixando os fãs dos Los Hermanos apaixonados com a performance a la Amarante. E finalizou o show com mais uma manta, dessa vez azul escura, cantando a música de trabalho “Mulher sem Razão”.
A foto é do site da moça.


Um comentário:

Roberto disse...

Nossa Alê...tô com medo de vc virar uma jornalista de sucesso e esquecer de nós...
Seus textos estão muito bons!!!
Eu ja tinha muita vontade de ir no show da Adriana,com esse seu comentário minha vontade quadriplicou!!!
Pois é ... seus postis estão cada vez melhores.
Parabéns!!!