09 junho 2008

MUSE no Porão!!!!

Depois de virar só uma especulação (uma especulação forte, diga-se de passagem) o Muse é uma das atraçaões do Porão do Rock deste ano. As outras três, já confirmadas, são Matanza (que todo mundo já sabia, porque o Jimmy fez questão de falar no show), Cachorro Grande e Suicidal Tendencies (EUA).

Uma novidade bacana é que acabou a tenda eletrônica. Graças a Baco alguém teve essa grande idéia!!! O Porão estava a cada edição (menos na última) ficando infestado de "playboys" e "patygirls" só por causa dessa tenda de sons repetidos. Ela dará lugar a um palco de música brasiliense. O que eu achei bom e ruim ao menos tempo.

Bom, porque vai dar mais espaço para as bandas locais e ruim, porque é foda cobrir 03 palcos! Mas.. O negócio vai ser fazer um esqueminha e perder os shows de algumas bandas.

Desde o ano passado, quando o Porão completou seus 10 aninhos, vimos o que a mídia chamou de "voltas às origens". Eu claro, pela minha idade e por ter um pai careta, não participei do Porão desde o início, mas vi sim, ele se totalmente deturpado.

A começar pelos preços. A entrada passou de ser franca e chegou até R$40,00 (se não me engano)!! Seguindo para a tragédia que foi mudar de 02 para 03 dias, afim de torná-lo mais democrático. O problema é que o tornou tão democrático que apareceram bandas que nunca deveriam ter pisado num dos palcos do Porão como Pitty, Dead Fish, Detonoutas, CMP 22, F.U.R.T.O (onde foi parar essas banda?), Luxúria (alguém tem ouvido falar dela?), para completar a bagaceira, só faltou a porcaria que é o Charlie Brown Jr. E eu juro que eu tinha pesadelos com esse dia. Bandas como essa acabaram apenas ofuscando o brilho de outras mais interessantes ou simplemsnte assustando o público, que não pagava para entrar. Foi assim que vimos numa noite com Titãs, Barão Vermelho e Skank ficar vazia.

"Voltando as suas raízes" sim e com tom de cala a boca, o Porão deste ano volta a ser o que nunca deveria ter deixado de ser, um festival que trás atrações de fora (sejam internacionais ou nacionais) e brasilienses para o conhecimento do público.

E é tão legal "descobrir" uma banda nova. Lembro da noite em que fiquei encatada com o The Bellrays e numa outra que me apaixonei pelo guitarrista do Dr. Sin.

É por tudo isso que esperamos um puta festival!

A primeira atração internacional confirmada, já mosta que o que estar por vim é ainda melhor.


Vamos falar do Muse então?

A banda está estouradaça na Europa e em julho começa uma pequena turnê aqui na América Latina. Já estão confirmadas, além do Porão, datas para Argentina (24/07) e Chile (26/07). Depois os caras voltam para terrinha, onde tocam em um festival.

Os ingleses Mathew Bellamy (voz, guitarra e piano), Christopher Wolstenholme (baixo) e Dominic Howard (batera) tem 09 anos de banda e estão fazendo um sucesso estrondoso. O último trabalho dos caras, por exemplo, foi uma Dvd ao vivo, chamado HAARP (que eu não consegui baixar) e os meninos já pensam em algo em estúdio, mas que não deve sair este ano.
O que eu baixei (para não passar em branco e poder ouvir com calma) foi só um Epzinho com 04 músicas.
Começamos com "In Your World", que abre o Ep com um lindo solo de piano, seguindo logo de um instrumental bem rock. Em seguida, vem "Dear Star" que me lembrou (repito: lembrou!!!) Slipknot.
É em "Futurism" que notamos a tal semelhança entre Mathew e Thom Yorke (Radiohead). No refrão me lembrei muito de "Fake Plastic Trees". Fechando a compilação, "Can't take my Eyes Off You". Sim, eles fazem isso e até que não fica ruim. A versão do Muse, no começo parece uma baladinha, daquelas que se escuta estalando os dedos, mas no refrão ganha aquela guitarreira!

Para finalizar: O Porão desse ano vai ser FODA!!!

Nenhum comentário: