05 abril 2008

"E que os anjos digam amém"

Capa do Jornal de Brasília

Eu estava esperando ansiosamente por este dia, o dia em que os alunos da UnB iam fazer alguma coisa sobre o caso Timothy (aqui també já expressado).

Na sexta-feira, dia 04 de abril, a reitoria foi eninvadida por mais ou menos 150 alunos indignados com ainda presidência do atual reitor. Eles querem que Timothy se afaste da reitoria e que a mobília comprada com o dinheiro da Finatec, seja leiloada e investida na instituição.

Ontem mesmo, a luz e água foram cortadas para obrigar a saída dos invasores, o que não aconteceu.

Os estudantes resistem e tentam a negociação. Hoje, depois de algumas conversas, disseram que só começariam a negociar caso água e luz voltassem. O governo acatou, mas as negociações ainda não avançaram.

Os que ficaram de fora dão apoio ao grupo, então residentes, na reitoria. Depois de entrar sorrateiramente, outros estudantes conseguiram mantimentos. Há também mensagens de apoio.

Até os docentes acham que a saída de Timothy Mulholland é adequada para as investigações.

Com tanto apoio esse cara ainda vai longe, hein?

Nenhum comentário: