12 fevereiro 2008

Pato Fu

O Cd do Pato Fu, Daqui pro Futuro, figurou em várias listas "Top 10" do ano passado. Eu, depois de ouvi-lo quase concordei com isso. O Cd não está ruim, mas eu não gostei de todas as faixas. As músicas "Cities in Dust" e "Tudo vai ficar bem" não me agradaram muito. Acho que a Takai fica melhor cantando em japonês (dessas faixas, uma é cantada em inglês e a outra tem partes em espanhol). Também prefiro a voz dela quando não tem nenhum efeito por trás. A voz de Fernanda Takai é tão bonita, acho um erro e uma bobagem fazer isso, como acontece na música "Quem não sou".

Um dos destaques do Cd é "Mamã Papá", umas das músicas mais corujas que eu já ouvi. Para mim, barrando até "Coisinha mais bonitinha do pai". Até porque"Mamã Papá" tem letra. Seguindo esta linha, "Vagalume" (que acústica deve ficar linda) conta a história da noite sendo iluminada pela pequena "estrela de seu jardim". Ouvindo algumas partes apenas, podemos até fazer outras analogias. Se bem que essa música devia era estar no Cd do Supercordas!!

"A Hora da Estrela", que pelo nome me lembrou, claro, Clarisse Lispector, não tem muitas semelhanças com o livro. No romance de Clarisse, a protagonista espera por tudo e vive uma vida sem expectativa nenhuma. Já na música, a protagonista está justamente mudando suas expectativas, "ela está pronta para mudar sua vida para sempre", como diz a letra.

Na música seguinte, o Pato Fu nos chama para sairmos do cotidiano, mudarmos e vivermos uma vida sem muitas preocupações. Pelo menos enquanto escutamos a música podemos esquecer de muita coisa. "Woo!".

A outra faixa destaque fica por conta de "Nada Original", que simplesmente acaba com qualquer relacionamento "meia boca".

O Pato Fu, que ano passado se tornou independente de vez, gravou seu Cd no estúdio caseiro de Fernada e Jonh. Das 12 músicas, 11 são inéditas.

Para vocês já irem sentindo o gostinho...






Nenhum comentário: