15 fevereiro 2008

Indecoroso...Ultrajante...Como definir??

Conheci a Casa do Estudante (CEU) que abriga alunos da Universiadde de Brasília em um dia chuvoso. Foi assim que em pouco tempo percebi quanto ela foi mal idealizada e está precisando de uma reforma. Há goteiras, algumas infiltrações, paredes descascando...Isso apenas para dizer o superficial. O quadro de abandono se repete também na instituição. Banheiros sem papel, sem sabão, sem espelho, vasos sem tampas. Corredores alagados em dias de chuva, goteiras, infiltrações no minhocão. Salas quentes e nada confortáveis. Infiltrações nos laboratórios (o que é dos mais preocupantes).

Vendo tudo isso (ou não), o reitor da universidade, Timothy Mulholland resolveu pegar o dinheiro da Finatec (fundação responsável por investir em ações tecnológicas) e investir em sua cobertura, numa área nobre de Brasília. Ele comprou um escorredor de pratos de R$ 549,00, um saca-rolha de R$ 859,00 e lixeiras que custam R$ 1.000,00 cada uma!

As boas notícias são que Timothy terá que devolver o dinheiro. Outras irregularidades foram encontradas e serão investigadas. A CEU deverá ser reformada e uma nova CEU será construída em uma melhor localização. Já que por ser afastada da universidadem há uma grande dificuldade de locomoção para os estudantes, que tem apenas uma linha ônibus disponível.

É esperar para ver.

Nenhum comentário: